(Novidades) Destaques em S.Catarina

Postado em 08 de Abril às 10h42

FCX premia campeões no FESCRI, FECAJ e Campeonato Juvenil sub 20

Destaques em S.Catarina (37)
Federação Catarinense de Xadrez - FCX Cento e noventa e três enxadristas disputaram nos dias 5 a 7 de abril, o tradicional Festival Catarinense da Juventude – FECAJ 2019 que premiou os melhores atletas sub 14, sub 16 e sub 18 do...

Cento e noventa e três enxadristas disputaram nos dias 5 a 7 de abril, o tradicional Festival Catarinense da Juventude – FECAJ 2019 que premiou os melhores atletas sub 14, sub 16 e sub 18 do estado de Santa Catarina. O torneio foi promovido pela Federação Catarinense de Xadrez (FCX) por meio do Lages Xadrez Clube que realizou o evento no ginásio CAV-Udesc.

O campeão e a campeã de cada categoria serão os representantes oficiais de Santa Catarina no Festival Nacional da Juventude - FENAJ.

Troféu Eficiência:
1º lugar: C. X. Blumenau
2º lugar: ACX Içara
3º lugar: ACXF Fraiburgo

Sub 14 feminino: 
https://bit.ly/2UmzhCN
1º lugar: Maria Clara da Silveira Senger (ACX Içara)
2º lugar: Maria Eduarda Santa Freitas (CXF Florianópolis)
3º lugar: Amanda Barpi Cassel (CCX – Concórdia)

Sub 14 masculino: https://bit.ly/2WSWA3S
1º lugar: Eduardo Antunes Peroza (ACXF Fraiburgo)
2º lugar: Marco Antonio Batista Albiero (CCX Concórdia)
3º lugar: Angelo Augusto Pacheco Ferreira (Escola Engenho Florianópolis)

Sub 16 feminino: https://bit.ly/2G9It4W
1º lugar: Larissa Eduarda Vahldiek (Navegantes)
2º lugar: Gabriela Luisa Vicente Feller (CXB Blumenau)
3º lugar: Vitoria Caroline Blau (CXB Blumenau)

Sub 16 masculino: 
https://bit.ly/2WXtaSr
1º lugar: Nathan Felipe Filgueiras (CXB Blumenau)
2º lugar: Lucas Fonseca Picolli (CX Jaraguá do Sul)
3º lugar: Pedro da Veiga (ACX Içara)

Sub 18 feminino: https://bit.ly/2D43dJ4
1º lugar: Ana Julia Goulart Librelato (ACX Içara)
2º lugar: Bruna Francescato Favero (ACXF Fraiburgo)
3º lugar: Jhenifer Correa Delavy (AXJ Joaçaba)

Sub 18 masculino:  https://bit.ly/2UGRR87
1º lugar: Ryan Wesley Caetano (CXB Blumenau)
2º lugar: Lucas do Valle Cardoso (CX Itajaí)
3º lugar: Guilherme de Oliveira (AX São Bento do Sul)

Os atletas que disputaram o sub 8,10 e 12 anos receberam medalha “Destaque” nas categorias participantes.

Festival Catarinense da Criança – FESCRI (sub 8, 10 e 12) e Campeonato Catarinense Juvenil sub 20


A edição 2019 do Festival Catarinense da Criança – FESCRI e do Campeonato Catarinense Juvenil Sub 20 foi realizada no Criciúma Shopping, em Criciúma, nos dias 23 e 24 de março. A competição foi uma promoção da Federação Catarinense de Xadrez (FCX) por meio da Associação dos Enxadristas de Criciúma – AECRI. Ao todo, 178 atletas disputaram os torneios nas categorias 

Sub 8 feminino:
Nicole Nunes – Clube de Xadrez de Jaraguá do Sul
Sub 8 masculino:  Kauan Salvagni Teles – Seara

Sub 10 feminino: Maria Eduarda Thibes Ribeiro – Xadrez Fraiburgo
Sub 10 masculino: Calebe Lazzarotti – Clube Concordiense de Xadrez

Sub 12 feminino: Mirela Pedro Tereza – AECRI Cricíuma
Sub 12 masculino: Gustavo Henrique Flesch – Clube de Xadrez de Blumenau

Campeonato  Juvenil Catarinense sub 20 anos
Campeã: Gabriela Luísa Vicente Feller – Clube de Xadrez de Blumenau
Campeão: Gustavo Oliveira – Clube de Xadrez Jaraguá do Sul

Texto: Liziane N. Vicenzi - Jornalista e Assessora de Imprensa FCX
Fotos: Marco Aurélio da Silva Júnior, Leandro Perdomo, Cristiane Feller, Elisangela Filgueiras e Eduardo Quintana Sperb.


Postado em 04 de Março às 11h16

GM José Fernando Cubas atuará na formação de atletas no Oeste de Santa Catarina

Destaques em S.Catarina (37)
Federação Catarinense de Xadrez - FCX O Grande Mestre (GM) e atleta olímpico do Paraguai, José Fernando Cubas (2505), é o novo professor de Xadrez em Joaçaba, município do oeste de Santa Catarina. Ele e a...

O Grande Mestre (GM) e atleta olímpico do Paraguai, José Fernando Cubas (2505), é o novo professor de Xadrez em Joaçaba, município do oeste de Santa Catarina. Ele e a família realizaram mudança para a cidade com o objetivo de treinar as equipes de rendimento em Joaçaba em parceria com o professor Ivacir Helbing, que já ministra aulas há vários anos. Na entrevista, Cubas conta como aprendeu a jogar, orientações para melhorar no xadrez e principalmente a expectativa para o novo desafio em Santa Catarina na Associação de Xadrez de Joaçaba (AXJ). Confira!

Quando e como começou a jogar xadrez? 

Nasci na cidade de Assunção, capital do Paraguai, e aprendi a jogar xadrez com meu pai, aos sete anos. Um dia estava jogando bola no quintal da casa e ele me disse que queria me ensinar um jogo interessante e de “gente pensante”. Ainda agregou que não queria me ver correndo atrás de uma bola! Prestei atenção e aprendi as regras básicas. Logo muitas lembranças da minha infância giram em torno do meu pai, meus irmãos e eu jogando xadrez e bebendo nosso tereré! (que é uma bebida típica do meu país).

Também fui incentivado por um amigo e forte jogador Ramón Gamarra que passou na rua da minha casa e como me viu jogando xadrez, me convidou para assistir os encontros de xadrez na casa dele com todos os jogadores do bairro! Fiquei surpreso ao ver que existiam muitos jogadores de xadrez! Aceitei o convite e quando fui entrar ele me disse “garoto, você ainda não tem força para jogar aqui!”. Foi assim que passei muitas semanas do lado de fora da casa olhando como aqueles jogadores mexiam rapidamente as peças e batiam num aparelho que parecia marcar a hora. Aquilo me deixou fascinado! Passado um tempo ele me emprestou um livro de xadrez “O mundo mágico das Combinações” de Koblenz e disse que quando eu acabasse o livro poderia entrar e jogar com eles. Acabei o livro, voltei e comecei a jogar com eles.

Por isso sempre digo que meu pai foi meu primeiro professor, pois me ensinou a jogar e o meu amigo me incentivou com aquele maravilhoso livro que abriu minha mente em relação ao xadrez.

Quais foram as conquistas mais marcantes na carreira?

Comecei a competir com nove anos. Lembro-me de dois fatos curiosos, o primeiro deles é que ia acontecer o Campeonato Nacional sub 10 e o torneio classificava o campeão para o pan-americano em São Paulo, no Brasil. A família inteira se apresentou para o evento. No final tivemos que disputar entre irmãos quem ficaria com as vagas. Consegui a sonhada vaga vencendo meus irmãos e classifiquei para o Pan. O segundo fato curioso foi que no Pan-americano fiquei em último lugar com um score de zero pontos em sete jogos! Foi uma sensação terrível. 

Como foi a evolução na carreira até se tornar Grande Mestre (GM)?

Foi um tanto natural. Foi acontecendo sem pretensões. Quando tive consciência da proximidade do título comecei a ter alguns problemas e aí o título ficou distante. Passado um tempo cheguei a pensar que poderia não acontecer. Foi quando finalmente aconteceu!

Já trabalha com o ensino de xadrez para crianças e jovens? Como pretende ajudar a desenvolver o xadrez na região Oeste de Santa Catarina?

Trabalho há um bom tempo com jogadores de todos os níveis. Tenho experiência com ensino para crianças e jovens desde o ano 2000. Acredito que para desenvolver o xadrez em qualquer lugar é importante oferecer aos atletas e, sobretudo as crianças, a oportunidade de crescer sem lacunas. A maioria dos jogadores, inclusive eu, aprende o xadrez de maneira empírica. Não temos uma Universidade ou um lugar para aprender o que é necessário saber para se tornar um bom enxadrista. Imaginem que bom seria oferecer um treinamento estruturado e programado para aqueles que demonstrassem aptidão. Este é o nosso desafio. Trabalhar desde a base.

O que uma pessoa deve fazer para evoluir no xadrez?

Acredito que precisa ser um apaixonado pelo xadrez. Isso é essencial. Muitas horas de dedicação estudando e tentando desvendar seus mistérios. Existem muitos livros de xadrez, muito material disponível na internet e a disposição de quase todos. Sinceramente não acredito que existam livros completamente ruins dos quais não possamos extrair ao menos alguma coisa útil para nós. Nesse sentido eu sou da época sem computador e de livros bons como: Roberto Grau (tomos 2 e 3 especialmente) e Meu sistema e a Prática do Meu Sistema, ambos do Nimzowitsch. E os livros de Dvoretsky também. Hoje em dia tenho a sensação de que os jogadores preferem estudar aberturas (há uma quantidade incrível de receitas para vencer na abertura) antes que o aprofundar meio-jogo ou finais.

Qual sua opinião sobre o xadrez feminino no Brasil e no mundo?

O xadrez feminino no mundo está evoluindo em quantidade e em qualidade. Por experiência própria enfrentando mulheres posso dizer que se existem diferenças, são poucas, muito poucas e acredito que tem a ver com a educação que recebemos. E isso está mudando, os tempos são outros. Se compararmos a época em que a mulher nem frequentava os ambientes de xadrez, podemos perceber que agora estão ocupando seu espaço e ficarão cada vez mais fortes.

Escrito por:

Liziane Nathália Vicenzi
Jornalista MTB 0006142/SC - Assessoria de Imprensa FCX

Crédito da fotos: AXJ / facebook pessoal José Cubas / Lizi Vicenzi


Postado em 25 de Outubro de 2018 às 15h15

Vote nos indicados do Xadrez para o Troféu Guga Kuerten 2018

Destaques em S.Catarina (37)
    Federação Catarinense de Xadrez - FCX VOTE NO LINK: http://www.trofeuguga.sc.gov.br/index.php/trofeu TROFÉU GUGA KUERTEN 2018 - INDICADOS XADREZ Este ano novamente a FCX reuniu uma comissão qualificada para decidir os...

    VOTE NO LINK: http://www.trofeuguga.sc.gov.br/index.php/trofeu

    TROFÉU GUGA KUERTEN 2018 - INDICADOS XADREZ


    Este ano novamente a FCX reuniu uma comissão qualificada para decidir os indicados do Xadrez com base nos resultados deste ano.


    A comissão foi composta por:
    Karina Kanzler (Jaraguá do Sul)
    Charles Gauche (Itajaí)
    Leandro Perdomo (Concórdia)
    Marco Barbosa (Chapecó)
    Guilherme Deola (Presidente FCX)

    E para desempates:
    Claudionor Pirola - Diretor Técnico FCX
    Marcelo Pomar - Vice-Presidente FCX

    Período de Votação Popular na Internet: 09/11 à 20/11
    Entrega do Prêmio: 26/11


    Agradecemos à comissão pelo extenso trabalho de pesquisa e debates para chegar a estes nomes.
    Parabéns aos indicados e boa sorte nas finais!!
    O Xadrez está muito bem representado!!

    1- A Melhor Atleta: WIM KATHIÊ GOULART LIBRELATO
    Título de Mestre International (WIM) em 2018
    Vice-Campeã Mundial Universitária (Aracaju/SE - set/2018)
    3° lugar por equipes no Campeonato Mundial Universitário (Aracaju/SE – set/2018).
    Campeã Sulamericana Sub 20 (Luque/Paraguai – maio/2018)
    Vice-Campeã Panamericana Sub 20 (Guayaquil/Equador – jun/2018).
    Campeã dos Jogos Universitários Brasileiros - JUBs (Vitória/ES – jun/2018).
    Campeã Feminina do Gran Prix de ràpides d’Andorra la Vella (Andorra la Velha/Andorra – jul/2018).
    3 medalhas de Ouro no JASC 2018 - Campeã por equipes e nas competições individuais de Xadrez Blitz e Rápido (Caçador/SC – set/2018).
    Melhor Brasileira na 43a Olimpíada de Xadrez em Batumi/Georgia com 6 vitórias, 1 empate e 3 derrotas.
    Personalidade do ano, no prêmio Top Of Mind Içara 2018.

    2- O Melhor Atleta: IM LEANDRO DANIEL PERDOMO
    Atual Campeão Catarinense de Xadrez em todos os ritmos de jogo (blitz, rápido e pensado)
    Campeão Torneio para Mestre Internacional (Rio de Janeiro)
    Vice-campeão do Torneio Internacional de Concórdia
    Terceiro lugar Aberto do Brasil (Poços de Caldas-MG)
    6° lugar no Aberto Internacional Floripa Open 2018
    Medalha de Prata individual por tabuleiro xadrez rápido no JASC (Caçador)
    Medalha de Bronze individual por tabuleiro xadrez pensado no JASC (Caçador)
    Campeão em 4 etapas do Circuito Regional Oeste (Itá, São Lourenço do Oeste, Cunha Porã e Lages 2018)

    3- Atleta Revelação: NICOLE NUNES
    Campeã Brasileira Escolar 2018 (Caxambu-MG)
    Vice-Campeã Festival Catarinense da Criança sub 8 (Concórdia-SC)
    6° Lugar no Festival Nacional da Criança sub 8 (Florianópolis-SC)
    Com apenas 7 anos, a Nicole foi destaque nos seguintes eventos em 2018:
    Ouro sub 8 - Aberto do Brasil de Xadrez Rápido (Tijucas do Sul-PR)
    Prata sub 8 - Circuito IRT Planalto Norte (São Bento Sul–SC)
    Prata sub 8 - 1a Etapa Circuito dos Reis (Blumenau–SC)
    Ouro sub 8 - 2a Etapa Circuito dos Reis (Blumenau–SC)
    Ouro sub 8 - Campeonato Catarinense Juvenil (Blumenau–SC)
    Ouro sub 8 - Jogos Escolares da Semana da Pátria (Jaraguá do Sul–SC)
    Ouro sub 8 - Aberto do Brasil de Xadrez (Blumenau–SC)
    Ouro sub 8 - Copa Brasil de Xadrez Escolar (Balneário Camboriú-SC)
    Ouro sub 8 - Copa de Xadrez (Timbó–SC)
    Ouro sub 8 - 1a, 2a e 3a Etapas Copa Pedro Aleixo de Xadrez (Massaranduba-SC)
    Ouro sub 8 - 1a e 2a Etapas Copa Jaraguá de Xadrez (Jaraguá do Sul-SC)
    Ouro sub 8 - 1a, 2a, 4a, 5a, 6a, 7a, 8a, 9a e 10a Etapas de Circuito Rápido de Xadrez (São Bento do Sul–SC)

    4 - Melhor Técnico: FI CLAUDIONOR ALCIDES LIMA PIROLA
    FIDE Instructor pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE).
    Diretor Técnico da Federação Catarinense de Xadrez (Gestão 2017-2018)
    Coordenador e Técnico do Projeto Xadrez Que Educa desenvolvido em Içara/SC a partir de 2012.
    Técnico da atleta Kathiê: Equipe Olímpica Brasileira 2016-2018, Vice-campeã Mundial Universitária, Vice-Campeã Panamericana Sub 20 e Campeã Sulamericana Sub 20.
    Técnico da atleta Ana Julia Goulart Librelato: Campeã da Seletiva Nacional e representante do Brasil na Gymnasiade 2018 em Marrakech/Marrocos, Tricampeã Brasileira de categoria 2016-2018, Campeã por equipes dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) 2018 e medalhista dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina 2018.
    Técnico da atleta Isadora da Rocha Nicoladeli: Vice-campeã da Seletiva Nacional representante do Brasil na Gymnasiade 2018 em Marrakech/Marrocos e medalhista dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina 2018.
    Técnico do atleta Lucas Galvão, Campeão Catarinense Sub 10 e terceiro colocado no Campeonato Brasileiro Sub 10 Masculino.
    Técnico da equipe masculina de Içara que foi Vice-campeã por equipes e 3ª colocada geral dos Joguinhos Abertos de Santa Catarina 2018.
    Medalhista de ouro dos Jogos Abertos de Santa Catarina (JASC) 2018.

    5 - Melhor Árbitro: AF LUCIANO RIETTER
    Título de Árbitro da Federação Internacional (AF) em 2018

    19 a 25/janeiro – IV Floripa Chess Open 2018 - Florianópolis/SC
    21/janeiro – Floripa Super Blitz 2017 - Florianópolis/SC
    26 a 31/janeiro – V Floripa Chess Masters 2018 - Florianópolis/SC
    26 a 31/janeiro – III Magistral Lourenco Joao Cordioli 2018 - Florianópolis/SC
    17/fevereiro – Seletiva SC Gymnaiade 2018 - Blumenau/SC
    22 a 25/fevereiro – Final do Campeonato Catarinense Absoluto e Feminino 2017 - Concórdia/SC
    22 a 25/abril – Campeonato Catarinense de Xadrez por Equipes 2018 - Piratuba/SC
    28/abril a 01/maio – Festival Nacional da Criança – FENAC 2018 - Florianópolis/SC
    28/junho a 01/julho – IV Torneio STD Internacional de Concordia
    30/junho – 1º FIDE Blitz de Concórdia – SC
    05/julho – Jogos dos Institutos Federais Catarinense – JIFC 2018 - Blumenau/SC
    17 a 22/julho – 31º Joguinhos Abertos de Santa Catarina 2018 – ESTADUAL - Curitibanos/SC
    04 e 05/agosto – JESC 2018 12 a 14 anos - ESTADUAL - São José/SC
    06 a 13/setembro – JASC 2018 - ESTADUAL - Caçador/SC
    21 a 23/setembro – Campeonato Brasileiro de Xadrez Escolar 2018 - Caxambu/MG
    25 e 26/setembro – XVII Olimpíada Nacional da Justiça do Trabalho - Blumenau/SC
    28 a 30/setembro – Aberto do Brasil - Blumenau/SC
    12 a 14/outubro - 14º Parajasc 2018 - ESTADUAL - Jaraguá do Sul/SC
    Além destes, outros eventos escolares municipais e de nível regional, como:
    Circuito Escolar SESC - Florianópolis/SC
    Copa Jaraguá de Xadrez - Jaraguá do Sul/SC
    Copa Pedro Aleixo de Xadrez - Massaranduba/SC
    Festival MEXE de Xadrez 2018 - Blumenau/SC

    6 - Melhor Equipe: C.X.BLUMENAU MASCULINO

    Atletas: MF Gabriel de Borba, MF Guilherme de Borba, MN Nathan Felipe Filgueiras, Thiago Carstens Dobuchak, Ryan Wesley da Costa Caetano, Arthur Francisco Martins, Thiago Kim, Gustavo Flesch, André Kim. Técnico: GM Neuris Delgado Ramírez
    Títulos conquistados em Equipe 2018:
    Campeão Geral JASC
    Campeão Geral Joguinhos Abertos
    Campeão Catarinense por Equipes
    Conquistas individuais em 2018:
    Gabriel De Borba - Título de Mestre FIDE (MF) em 2018.
    Campeão Sulamericano
    Campeão Brasileiro Escolar 9° ano
    Campeão Catarinense Sub 14
    Guilherme de Borba - Título de Mestre FIDE (MF) em 2018.
    Campeão Brasileiro Sub 20
    Campeão Brasileiro Escolar 3° ano Ensino Médio
    Campeão Catarinense Sub 20
    Nathan Felipe Filgueiras - Título de Mestre Nacional (MN) em 2018.
    Vice-Campeão Brasileiro Amador
    Vice-Campeão Catarinense Sub 20
    3° Catarinense Sub 16
    6° Brasileiro Sub 16
    Thiago Carstens Dobuchak - Campeão Brasileiro Universitário 2018
    3° Brasileiro Sub 18
    Campeão Catarinense Sub 20
    Ryan Wesley da Costa Caetano
    3° Catarinense Sub 20
    4° Brasileiro Sub 16
    Thiago Kim
    3° Brasileiro escolar
    12° Brasileiro Sub 12
    4° Catarinense Sub 12
    Gustavo Henrique Flesch
    3° Catarinense Sub 10
    5° Brasileiro Sub 10
    André Kim
    Vice-Campeão Brasileiro Escolar 2° ano
    10° Catarinense Sub 10
    24° Brasileiro Sub 10

    7 - Melhor Entidade: CLUBE CONCORDIENSE DE XADREZ
    Eventos Realizados no ano de 2018:
    Campeonato Catarinense por Equipes
    Campeonato Catarinense Absoluto e Feminino
    Festival Catarinense da Criança - Categorias sub 08, 10, 12 e 14 anos
    4º Torneio Internacional De Xadrez de Concórdia
    1º FIDE Blitz de Concórdia
    2º FIDE Blitz de Concórdia
    Torneio Comemorativo ao 34º Aniversário do Clube Concordiense de Xadrez
    Resultados e Títulos dos Atletas e Equipes no ano de 2018:
    Melhor Equipe Feminina no Campeonato Catarinense de Xadrez por Equipes
    Melhor Equipe Amadora Campeonato Catarinense de Xadrez por Equipes
    Melhor Equipe Escolar no Campeonato Catarinense de Xadrez por Equipes
    3º Lugar Geral Feminino nos Joguinhos Abertos de Santa Catarina
    Campeão Geral em 4 etapas do Circuito Regional Oeste das 6 que já foram realizadas
    Leandro Perdomo Campeão no Campeonato Catarinense Absoluto
    Amanda Cassel - Campeã Catarinense sub 12
    Calebe Lazzarotti - Vice-Campeão Catarinense sub 10

    "O prêmio, que é uma iniciativa da Secretaria de Turismo, Cultura e Esporte de Santa Catarina (SOL) em parceria com o Instituto Guga Kuerten (IGK), tem como objetivo premiar, a título de homenagem e reconhecimento, os destaques esportivos do ano em diversas categorias.
    Após as indicações, terá início a votação popular, que será realizada dos dias 09 a 20 de novembro - por meio do site do evento: www.trofeuguga.sc.gov.br - entre os indicados, o Conselho Estadual de Esportes (CED) fará a escolha de dois nomes por categoria, desta forma, os cinco finalistas serão os três mais votados pela internet e dois escolhidos pelo CED. Um link para cadastramento foi encaminhado para todas as entidades por e-mail pela Gerência de Políticas de Esporte da SOL.
    Os vencedores serão conhecidos no dia 26 de novembro, às 19h, em uma cerimônia de premiação que será realizada no Teatro Pedro Ivo - numa edição especial que marca a comemoração dos 10 anos de realização do evento.

    Procedimento de Seleção:
    Anualmente, as Federação Esportivas e Entidades Paradesportivas indicam seus destaques, por meio de formulário eletrônico, incluindo informações de currículo e principais títulos obtidos para cada categoria indicada. Posteriormente, a Gerência de Políticas do Esporte da SOL avalia as informações referente às indicações e envia o resultado da homologação dos candidatos ao Conselho Estadual de Esporte (CED), responsável pela escolha de dois finalistas em cada categoria, de acordo com critérios técnicos.
    Os candidatos remanescentes são escolhidos por meio de votação online, por meio do site do Troféu Guga Kuerten.
    Os cinco finalistas de cada categoria são selecionados da seguinte forma: os três mais votados pela Internet acrescidos dos dois escolhidos pelo CED.
    O campeão de cada categoria é eleito por uma comissão específica – Curadoria do Troféu Gustavo Kuerten de Excelência no Esporte, – instituída exclusivamente para tal fim, formada por 9 membros das seguintes entidades:

    - Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte;
    - Fundação Catarinense de Esporte;
    - Conselho Estadual de Esporte;
    - Tribunal de Justiça Desportiva de Santa Catarina;
    - Conselho Regional de Educação Física;
    - Associação dos Cronistas Esportivos;
    - Instituto Guga Kuerten;
    - Associação das Federações Esportivas do Estado de Santa Catarina.
    A premiação é uma realização da Secretaria de Estado de Turismo, Cultura e Esporte em parceria com o Instituto Guga Kuerten."

    VOTE NO LINK: http://www.trofeuguga.sc.gov.br/index.php/trofeu

    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -

    Postado em 07 de Maio de 2018 às 10h41

    FCX parabeniza conquistas de títulos de três árbitros catarinenses

    Destaques em S.Catarina (37)

    Elana de Souza, Luciano Rietter e Cleber Padoin avançaram nas titulações internacionais de arbitragem

    Federação Catarinense de Xadrez - FCX Elana de Souza, Luciano Rietter e Cleber Padoin avançaram nas titulações internacionais de arbitragem A Federação Catarinense de Xadrez, FCX, comemorou a conquista de três...



    A Federação Catarinense de Xadrez, FCX, comemorou a conquista de três árbitros catarinenses que receberam títulos concedidos pela "FIDE Presidential Board”, relativos ao primeiro trimestre do ano. Elana Silva de Souza, de Florianópolis e Cleber Padoin, de Forquilinha, receberam os títulos de Árbitros Internacionais (AI). Luciano Rietter, de Massaranduba, recebeu o título de Árbitro FIDE (AF).

    A FCX conta mais sobre a carreira dos três árbitros, as conquistas alcançadas e os sonhos para o futuro:

    AI Elana de Souza

    "Minha história nos tabuleiros começou em 2008, a partir do programa Bate Bola na Escola, uma iniciativa da Prefeitura Municipal de Lages, cujo objetivo era a inclusão social por meio do esporte. Foi através do programa que tive o primeiro contato com jogo. Fiquei fascinada e tracei meu objetivo: vencer meu irmão mais velho! Passei a fazer aulas regularmente, três vezes por semana e em pouco tempo meu objetivo estava alcançado. Então, comecei a participar dos torneios das escolas públicas de Lages. Lá me destaquei e fui convidada a treinar no Lages Xadrez Clube e fazer parte das equipes de Lages na OLESC e Joguinhos Abertos.

    Em 2009, passei a residir em Floripa e, após me destacar nos melhores do ano do Instituto Estadual de Educação (IEE), fui convidada a integrar as equipes de base de Florianópolis. Hoje, represento a cidade nos Jogos Abertos de Santa Catarina. Dentre meus resultados mais expressivos, destacam-se a conquista do título Pan-Americano Amador sub 1700 feminino e da terceira colocação no Campeonato Mundial Amador sub 1700 feminino, em 2016 e 2017, respectivamente.

    Iniciei minhas aventuras pela arbitragem em 2012 com 16 anos, motivada pela curiosidade e pelo desejo de estar ao lado da pessoa com quem, hoje, compartilho os meus dias. No início de 2013, decidida a aprimorar meus conhecimentos, participei do meu primeiro curso de arbitragem, ministrado pelo AI Kaiser Luiz Mafra. Logo em seguida, tornei-me Árbitra Auxiliar do quadro da CBX e lá permaneci pelos dois anos subsequentes. Em 2015, ascendi para a categoria Regional e um ano depois para a Nacional. Em fevereiro de 2016, participei do FIDE Arbiters Seminar (uma das normas para a obtenção do título de AF), ministrado pelo AI Pablyto Robert e AI Mauro Amaral, e, em setembro do mesmo ano, com 20 anos, tornei-me Árbitra FIDE. 

    Hoje, em um meio predominantemente masculino, comemoro o título de Árbitra Internacional de Xadrez, a primeira do estado de Santa Catarina e quarta do Brasil, certa de que ainda temos muitos desafios a superar. Torço para que essa conquista, que não é só minha, possa servir de inspiração para que a presença feminina nos tabuleiros seja, ainda que tímida, crescente."

    AF Luciano Rietter

    “Fico muito feliz com a aprovação, agradeço a todos que contribuíram para que alcançasse esse patamar e agora é focar em chegar a AI e conseguir o título de Organizador Internacional”, destaca Luciano.  Luciano começou a carreira de árbitro em 2014 por meio do Projeto “Xeque-Mate”, em Massaranduba, local onde mora. A iniciativa foi para auxiliar na organização dos torneios para novos alunos. Conforme Luciano, nesses anos de experiência como árbitro vivenciou torneios marcantes como o Aberto do Brasil de Três Barras em Canoinhas, quando ainda era AA, o Campeonato Sul Brasileiro Juvenil em Ivoti (RS) e o Aberto do Brasil de Rápido e Blitz de Nova Petrópolis (RS), já na categoria de AR. “Além destes, Florianópolis é uma cidade que respira xadrez o ano todo e tive a felicidade de arbitrar alguns torneios, como o 3º Floripa Chess Open, que foi o maior aberto do Brasil da história”, destacou.

    Luciano está na fase de conclusão do curso de Engenharia Elétrica na FURB e pretende atuar na área. Mesmo assim, não deixará a arbitragem. “Arbitrar torneios significa manter contato com as pessoas incríveis que conheci ao longo dessa caminhada e é um dos motivos pelo qual busquei evoluir”, salienta Luciano.

    As metas para o futuro incluem obter o título de Organizador Internacional (IO), além de organizar torneios em nível internacional. “Espero contar com o apoio de outras pessoas mais experientes para que juntos façamos o xadrez melhorar cada vez mais. Quero ajudar a proporcionar mais visibilidade e credibilidade ao nosso esporte, afinal, somos uma família”, reforça Luciano.

    AI Cleber Padoin

    “Considero a conquista do título de Árbitro Internacional como extremamente importante para o Estado de Santa Catarina. Já faço parte do quadro da arbitragem de SC desde 2011 e essa conquista veio coroar todo um trabalho e entendimento que tenho nessa caminhada como árbitro. É importante também a conquista dos colegas Rietter e Elana, porque o Xadrez de Santa Catarina é muito respeitado no Brasil todo, tendo um dos melhores e mais evoluídos sistema de xadrez escolar, muito bem trabalhado no estado. Como o xadrez evolui por parte dos jogadores formando mestres, grandes mestres e mestres internacionais é importante que evolua também na parte da arbitragem. Para mim foi uma realização pessoal e considero isso um avanço no xadrez como um todo.

    Sobre os meus próximos objetivos, tenho sonho de um dia participar de uma Olimpíada, participar de um evento mundial. Também destaco as minhas participações nas cinco finais de campeonatos brasileiros, tanto absoluto como feminino, de categorias e de xadrez rápido, mas acho que as finais de Campeonato Brasileiro são sempre marcantes.”


    Liziane N. Vicenzi
    Jornalista MTB 0006142/SC
    Assessoria de Imprensa FCX

    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -

    Postado em 22 de Abril de 2018 às 17h54

    MF Edgar Rodrigues é o novo professor de Xadrez em Imbituba

    Destaques em S.Catarina (37)
    Federação Catarinense de Xadrez - FCX Natural de Cubatão, o MF será um reforço para o Xadrez Catarinense O Xadrez Catarinense conta com um novo professor no município de Imbituba. O Mestre Fide (MF) Edgar...

    Natural de Cubatão, o MF será um reforço para o Xadrez Catarinense

    O Xadrez Catarinense conta com um novo professor no município de Imbituba. O Mestre Fide (MF) Edgar Rodrigues, natural de Cubatão, iniciou, na última semana, um trabalho de formação de atletas de base no município. O jogador que aprendeu o movimento das peças aos sete anos acumula conquistas no esporte e experiência para repassar aos novos alunos. 

    Segundo Edgar, o xadrez começou como uma brincadeira de criança, mas ainda hoje é o passatempo preferido. “Hoje além de um esporte, é o meu trabalho, algo que me traz realização tanto como professor como jogador, além de ser uma excelente ferramenta de ensino para as crianças”, aponta. Edgar aprendeu a jogar com os tios em Cubatão-SP e demonstrou interesse desde a primeira aula. Aos 12 anos começou a disputar os torneios locais, onde conheceu Fernando Sousa, que foi o responsável pelos treinos mais intensos para campeonatos. O enxadrista detalha que desde cedo os torneios eram marcantes por conquistas como formar o bloco de rating FIDE ou ganhar a primeira medalha. O talento de Edgar foi reconhecido quando ele tinha 17 anos, ao conquistar o título de campeão brasileiro escolar de duplas, no ano de 1999, em Batatais, e o 3º lugar em um torneio escolar no Orange Bowl, em Miami.

    A partir de 2012 Edgar estabeleceu a meta de garantir o título de Mestre FIDE (MF). O objetivo foi conquistado com uma vitória contra o MI Daniel Fernandez em 2014, que rendeu o 4º lugar no ITT de São Bernardo. Em 2015, Edgar ficou em 3º lugar na Semifinal do Campeonato Brasileiro realizado em Poços de Caldas, que oportunizou uma das vagas para o Campeonato Brasileiro Absoluto. Na disputa do Brasileiro Absoluto, o enxadrista conquistou a quinta colocação. 

    A possibilidade de trabalhar em Santa Catarina e contribuir para a valorização do trabalho de base é uma realização pessoal para Edgar, que também tem o sonho de ser um treinador referência no Brasil, formar novos campeões, conquistar o título de Mestre Internacional (MI) e participar mais vezes das finais do Brasileiro. “Trabalhar em Imbituba ainda é algo novo para mim, mas a intenção é contribuir com a difusão do xadrez no município. Estou bem otimista em relação a isso”, explana. 

    Conforme o Presidente da Federação Catarinense de Xadrez (FCX), Guilherme Deola Borges, a vinda de Edgar representa uma satisfação para o xadrez catarinense. "O Edgar é uma pessoa exemplar e com certeza fará um ótimo trabalho em Imbituba. Estamos muito felizes que ele tenha escolhido se estabelecer em Santa Catarina”, reforça Deola.

    Liziane N. Vicenzi
    Jornalista MTB 0006142/SC
    Assessoria de Imprensa FCX

    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
    • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -

    1º Campeonato Catarinense de Xadrez por equipes é sucesso em Piratuba17/04/18 Equipe do “Clube de Xadrez de Blumenau A” venceu o absoluto Disputas emocionantes marcaram a primeira edição do “Campeonato Catarinense de Xadrez por equipes” realizado em Piratuba, de 13 a 15 de abril. O empate do Clube de Xadrez de Blumenau A com a equipe da UFSC A, na quinta e última rodada no domingo a tarde, garantiu o título para a equipe blumenauense......
    Xadrez Catarinense conta com novo titulado31/01/18 FCX parabeniza título de Árbitro Nacional (AN) de Luciano Rietter O ano começou positivo para o xadrez catarinense. Luciano Rietter, de Massaranduba, recebeu a homologação do título de Árbitro Nacional de......
    Prata e Bronzes: Catarinenses conquistam medalhas nos torneios fechados de Florianópolis06/02/17Federado por Santa Catarina, Roberto Molina foi vice-campeão do “IV Floripa Chess Masters 2017” FCX - Após a participação no “Floripa Chess Open” que ocorreu de 20 a 26 de fevereiro, seis catarinenses disputaram torneios fechados em Florianópolis. Os campeonatos foram o “IV Floripa Chess Masters 2017”,......
    Atleta de Criciúma recebe título de Candidata a Mestre da Federação Internacional de Xadrez (Fide)12/01/17Jovem promessa: Mirela foi campeã Sulamericana de Xadrez até oito anos em torneio disputado no Chile FCX – Natural de Criciúma, sul do estado catarinense, Mirela Pedro Tereza, de apenas oito anos, foi atleta revelação da cidade no ano de 2016. Treinada pelo professor Evandro Bitencourt que ministra aulas na Associação......
    3º Floripa Chess Open reunirá mais de 370 enxadristas para a disputa de R$ 22 mil reais12/01/17Enxadristas na capital: Evento contará com a presença de jogadores titulados nacionais e internacionais FCX - Mais de 370 enxadristas estarão reunidos na capital do estado catarinense entre os dias 20 a 26 de janeiro para a disputa da terceira edição do “Floripa Chess Open 2017”. O evento ocorrerá no centro de......
    O Raciocínio Abdutivo no Jogo de Xadrez15/12/10 A Contribuição do Conhecimento, Intuição e Consciência da Situação para o Processo Criativo (Tese de doutorado do Karis Tese foi defendida: 15/12/2010 submetida ao Programa de Pós-Graduação em Engenharia e Gestão do Conhecimento da Universidade Federal de Santa Catarina em Florianópolis para a obtenção do Grau de Doutor em......
    Nota de Falecimento11/12/10 Lamentamos informar o falecimento dia 11/12/2010 do jovem talento do xadrez catarinense, Jonhatan Rodrigo Prior. O "Jota" como era chamado pelos amigos do xadrez era atleta das equipes da cidade de Concórdia e participantes de diversas......
    SC vence novamente o RS13/01/08 Santa Catarina vence novamente o Rio Grande do Sul  A seleção de Xadrez de SC venceu novamente os amigos integrantes da seleção de xadrez do RS, em match de 8 (oito) tabuleiros realizado no dia 13/01/2008, na cidade......
    SC vence a revanche contra o RS01/05/05 Santa Catarina vence a revanche com o Rio Grande do Sul Atendendo à pedidos, a equipe de Xadrez de SC concedeu aos amigos enxadristas do RS, no dia 01/05/2005, na cidade Florianópolis, no salão de eventos da ELASE - Assoc.de......
    SC vence o RS no desafio de xadrez16/01/05 Santa Catarina vence o Rio Grande do Sul no desafio de xadrez   Atendendo a convite da Fed.Gaucha de Xadrez, com apoio da UNISC - Universidade de Santa Cruz, estivemos participando no dia 16/01/2005, na cidade balneária de "Capão......
    FCX - Federação Catarinense de Xadrez
    R. Comandante José Ricardo Nunes, 79, Capoeiras, 88070-220, Fpolis/SC