Postado em 05 de Maio às 08h06

Coordenador de Arbitragem da Federação Catarinense de Xadrez vai arbitrar "Online Nations Cup"

Destaques Internacionais (7)
Federação Catarinense de Xadrez - FCX Incontáveis profissões foram reinventadas nesse período de isolamento social ocasionado pela Covid-19. Uma delas é a de árbitro de xadrez, que do formato presencial foi...

Incontáveis profissões foram reinventadas nesse período de isolamento social ocasionado pela Covid-19. Uma delas é a de árbitro de xadrez, que do formato presencial foi readequado para o online. Os tradicionais torneios presenciais lotados de jogadores agora acontecem em plataformas online no conforto da casa dos jogadores - e dos árbitros. No entanto, arbitrar continua sendo fundamental para o bom andamento das partidas e um exemplo disso é a atuação do Coordenador de Arbitragem da Federação Catarinense de Xadrez (FCX), Árbitro FIDE (FA), Luciano Rietter que nas últimas semanas tem arbitrado torneios internacionais pelo computador de casa.

Atualmente, Luciano que é natural de Massaranduba-SC mora em Portugal onde cursa Doutorado em Engenharia Eletrônica na Universidade do Minho. A nova experiência profissional de Luciano começa hoje com o início da “Copa das Nações Online” – (Online Nations Cup), que acontece de 5 a 10 de maio, promovida pela Federação Internacional de Xadrez (FIDE) e plataforma de Xadrez Chess.com.

"Os árbitros geralmente tem papel de assegurar que as leis do xadrez sejam cumpridas durante os torneios, sendo que algumas regras causam dúvidas até mesmo nos árbitros menos experientes. Jogando no computador, é impossível realizar um lance ilegal e não precisa anotar os seus lances. É mais fácil para os jogadores, mas não para os árbitros e organizadores. Eles precisam sempre estar atentos às tentativas de trapaça e garantir fair play (jogo limpo) apenas com base em uma webcam. Não é perfeito, mas é o que dá pra fazer. ‘O árbitro é um eterno vigilante’ nunca fez tanto sentido como nos tempos atuais”, destaca Rietter.

A disputa do Online Nations Cup acontece com ritmo de jogo de 25 minutos com acréscimo de 10 segundos por lance. São seis equipes disputando em formato todos contra todos com ida e volta (termo no xadrez chamado Double Round Robin). Em cada equipe, são quatro titulares e dois reservas e serão reunidos alguns dos melhores jogadores do mundo na atualidade como os GMs Maxime Vachier Lagrave, Levon Aronian, Fabiano Caruana, Hikaru Nakamura, Ju Wenjun e Alexandra Goryachkina. O ex-campeão mundial Garry Kasparov será o capitão do time Europa, enquanto o presidente da FIDE Arkady Dvorkovity será o capitão do time Resto do Mundo. O prêmio total é de US$ 180 mil dólares. O Chess.com transmitirá todos os jogos ao vivo, com comentários em oito idiomas.

Desde que iniciou a quarentena, Luciano arbitra semanalmente o torneio Floripa Satélite Online que conta com competições classificatórias durante a semana e uma final no sábado. Ele arbitrou recentemente o torneio Sunway Sitges, o primeiro torneio com controle de tempo clássico realizado de forma online da história.

Rietter destaca a experiência de arbitrar em casa como algo novo, onde é necessário exercer papel de vigilância. “Temos o dever de garantir que tudo corra bem. Seremos organizados pela Árbitra Chefe Sabrina De San Vicente, do Uruguai, uma mulher bastante experiente nessas competições de alto nível então estamos bastante confiantes. Somos sujeitos a falhas mas com certeza daremos nosso melhor” diz Luciano. O árbitro catarinense será o responsável pelo controle da equipe da China, composta pelos jogadores Ding Liren, Wang Hao, Wei Yi, Hou Yifan, Yu Yangyi e Ju Wenjun. 

Equipes:

Europa: Capitão: Garry Kasparov; Jogadores: Maxime Vachier-Lagrave, Levon Aronian, Anish Giri, Anna Muzychuk, Jan-Krzysztof Duda e Nana Dzagnidze.

China: Capitão Ye Jiangchuan; Jogadores: Ding Liren Wang Hao, Wei Yi, Hou Yifan, Yu Yangyi e Ju Wenjun.

Estados Unidos: Capitão John Donaldson; Jogadores: Hikaru Nakamura, Fabiano Caruana, Wesley So, Irina Rush, Leinier Dominguez Perez e Anna Zatonskih.

Rússia: Capitão: Capitão: Alexander Motylev; Jogadores: Ian Niepomniachi, Vladislav Artemiev, Sergey Karjakin, Aleksandra Goryachkina, Dmitry Andreikin e Olga Girya.

Resto do mundo: Capitão: Arkady Dvorkovich; Jogadores: Teimour Radjabov, Alireza Firouzja, Bassem Amin, Mariya Muzychuk, Jorge Cori e Dinara Saduakassova.

Índia: Capitão: Viswanathan Anand; Jogadores: Viswanathan Anand, Vidit Gujrathi, Pentala Harikrishna, Adhiban Baskaran, Humpy Koneru y Harika Dronavalli.

Texto: Liziane Nathália Vicenzi - Jornalista - MTB 6142 
Assessoria de Comunicação FCX

  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -
  • Federação Catarinense de Xadrez - FCX -

Veja também

Catarinenses disputam o Portugal Open 2020 em Lisboa03/02 Santa Catarina está presente mais uma vez em Lisboa!  Com organização impecável da Federação Portuguesa de Xadrez – FPX e arbitragem do AI Carlos Oliveira Dias, o evento é um sucesso com 216 inscritos, de 33 países. Entre eles jogaram o MN Guilherme Deola Borges e o AF Luciano Rietter (isso mesmo, jogando!). É a estreia do Luciano como......

Voltar para (Novidades)

FCX - Federação Catarinense de Xadrez
R. Comandante José Ricardo Nunes, 79, Capoeiras, 88070-220, Fpolis/SC